8

Por que é tão difícil "desinstalar" Deus do subconsciente das pessoas?

Para quem estranhou o uso do termo "desinstalar" no título, que poderia facilmente ser substituído por qualquer outro sinônimo mais adequado ao ser humano, informo que o uso foi intencional para que pudesse se adequar à seguinte analogia da era da informática: "Deus e as religiões são vírus residentes na memória, instalados junto com a bios e que têm proteção contra a desinstalação. Por isso a sua remoção é difícil pois, se mal feita, poderá ocasionar defeitos de funcionamento ou o travamento do PC". Isto não lhes parece familiar?

Pois é mais ou menos assim que funciona a idéia de Deus e a do seguimento de uma religião. Essas necessidades são implantadas na memória das pessoas, desde a mais tenra idade, de tal forma que, ao chegarem à idade adulta, equiparam-se ao funcionamento de um vírus, de difícil remoção. Para desisinstalá-lo, só existe um caminho: determinação, perseverança e conhecimento. Se estes três requisitos não estiverem presentes como antivírus, é melhor não arriscar e deixar o vírus dentro da bios. Pelo menos assim o seu PC vai funcionar. Controlado e sem autonomia, mas funcionando, limitadamente. E entre não funcionar e funcionar com limitações, as pessoas, por covardia ou comodismo, escolhem sempre a segunda opção, se é que se pode chamar isso de "opção". Para os que querem libertar-se, mesmo possuindo os pré-requisitos determinação e perseverança, nada conseguirão se não tiverem o terceiro e mais difícil requisito: o conhecimento.

Onde começa e quando se detecta o problema?

Onde começa, já foi explicado. E quando se toma conhecimento de que já se está contaminado... Bem, sobre isso, cito como exemplo, de acordo com o artigo da Isto É - Independente, a matéria "A virada para a vida adulta".

A matéria mostra que ao chegar aos 13 anos, bem no início da adolescência, os jovens,  na sua esmagadora maioria, já têm o seu "Deus" e a sua opção religiosa escolhida. A pergunta que faço é: "um jovem de 13 anos ou menos possui maturidade suficiente para entender o que seja 'Deus'  e poder definir-se por uma religião?" Se não, como parece  óbvio, por que isso ocorre?  Será que aqueles conceitos que estão implantados na cabeça dos jovens, como um vírus, não os levaram para esse caminho, sem que disso se dessem conta? E se mais tarde eles quiserem se libertar ou simplesmente mudar as suas convicções religiosas, conseguirão fazê-lo sem sofrimento?

No judaísmo, os meninos aos 13 anos, e as meninas aos 12, nas cerimônias "Bar-Mitsvá "(meninos) e "Bat-Mitsvá" (meninas) são obrigados a confessar sua conversão à  religião judaíca, demonstrando conhecer a Torá e lendo seus textos em cerimônias especiais para estas datas. Para isto, são preparados nos anos precedentes, aprendendo e decorando, obrigatoriamente, os preceitos e mandamentos da Torá. No catolicismo, existe o batismo (geralmente feito em recém-nascidos, mas que pode ser realizado em qualquer idade), o catecismo e outras práticas que induzem filhos de católicos a também se tornarem católicos.

Quase todas as religiões têm o condão de preparar as mentes dos jovens, antes da adolescência, para fazerem suas conversões religiosas, de tal sorte que, entrados nessa  fase , já tenham o vírus da religião implantado nas suas cabeças. E os maiores cúmplices dessa sandice são os próprios pais, que fazem isso por pura ignorância, acreditando estar fazendo o bem para os seus filhos. Nisto, têm a cumplicidade da escola, dos parentes  e até dos amigos mais íntimos.

Resultados da pesquisa:

De acordo com a matéria citada, foi feita uma pesquisa com 100 alunos , em três escolas de São Paulo, Recife e Curitiba. A pesquisa abrangeu itens como "relacionamento com os pais", "sexo", "meio ambiente" e outros, dentre os quais, o quesito "religião e espiritualidade", aplicado aos jovens na faixa etária 12-13 anos. Vejam as  4 perguntas eformuladas  e os resultados, que confirmam a nossa assertiva:

1 - Você acredita em Deus?
               Sim - 87%; Não - 13%

 2 - Você tem religião?
       Sim - 95%; Não - 5%

 3 - A religião que segue é a mesma de sua família?  
      Sim - 79%; Não - 21%

 4 - Acha necessário ter uma religião para acreditar em Deus?
       Sim - 88%; Não - 12%

A argumentação, os fatos e os números da pesquisa, embora numa pequena amostragem, foram expostos. Agora cabe aos leitores tirarem suas conclusões. Antes, porém, pensem nos seus filhos menores de 12 anos, caso possuam. Se vocês não os influenciarem, quem sabe um dia eles ainda vão lhes agrdecer por isso? Já na hipótese contrária...

Fonte: mencionada, com o respectivo link







8 comentários:

Érick Fiszuk disse...

Olá, Ivo! Finalmente tive tempo para xeretar aqui e comentar! Realmente seu texto diz toda a verdade! Para quem foi doutrinado durante toda a infância e adolescência para crer não só em Deus, mas também em Jesus, Maria, santos, anjos etc., não é fácil entrar em contato com o pensamento emancipatório e racionalista da universidade e do movimento estudantil sem começar a duvidar de tudo isso... Na verdade, foram três anos de "sofrimento" desde que comecei a duvidar: começo de 2009, dúvida sobre Deus; abril, volta ao catolicismo; março de 2008, reinício das dúvidas, mas sem uma opinião formada; dezembro, assumi meu ateísmo; ao longo de 2009, fui tendo umas recaídas contra o ateísmo e, depois que me fixei, ainda fiquei sem princípios para seguir e com a vida desregrada, só pensando em estudo; não tinha uma regulação da vida que pudesse substituir a religião. Só agora é que estou começando a dar um tempo na correria, pensar mais filosoficamente, descobrir princípios bons e belos (humanismo e socialismo)... Mas felizmente tudo está bem e aos poucos vou me estabilizando mentalmente, criando hábitos saudáveis...

Grande abraço, e muita sorte! Prometo em breve entrar no seu grupo de discussões!

Julyana Sousa Evaristo disse...

Olá amigos, sabem, a algum tempo atrás eu pensava como vcs mesmo sendo católica doentia, sentia esse vazio que vcs relatam. Eu era infeliz, vivia doente, bebia muuuuiiito,nunca tinha dinheiro,não perdia uma festa, já fazia mais de 5 anos que eu não falava com meu pai, minha família era pura discórdia, só brigávamos, direto íamos parar na delegacia... Puts... Minha vida era um inferno. Até que um dia minha tia se converteu, virou crente, no início eu só sabia criticar, rir e dizer para ela tudo isso que vcs dizem em seus posts. No entanto, ela começou a prosperar financeiramente e vivia sorrindo, Feliz, isso me despertou uma certa curiosidade e resolvi visitar a igreja. O meu encontro com Deus foi tremendo. Foi como se naquele momento não tivesse mais ninguém na igreja e o pastor falasse somente comigo, Cristo revelou para ele as minhas mais profundas angustias, meus piores medos, minhas piores frustrações: coisas que eu nunca tinha tido coragem de revelar nem pra os meus familiares, quando eu sai de lá foi como se eu deixasse para trás toneladas que estavam sobre os meus ombros. Ate aquele momento eu tinha desistido de Deus mas, daquele momento em diante eu renasci, nova criatura eu sou para servir por completo ao meu Deus pois,vcs podem até não acreditar, ainda, pois a Bíblia fala que aquele que não vem a Deus por amor vem pela dor, mas hj minha vida é outra! Graças a Deus!!!!
Atualmente toda minha família congrega em uma igreja evangélica pentecostal. Já faz tempo que eu não sei mais o que é o leito de um hospital, não sinto nenhuma vontade de beber nem de farrear, Polícia? Nunca maiiss!!!Hoje não me falta trabalho, minha casa e minha família são umas benções e, o principal: meu pai que antes só sabia fumar, trair minha mãe e chegar bêbado em casa quebrando tudo, hoje é uma benção e o meu melhor amigo.
Olha, não é minha intenção julgar a opção de vcs mas, se vcs me permitirem fazer um único pedido: Cuidado com essa caminho que caminho que vcs escolheram! Santos, imagens, idolatrias, isso realmente não leva ninguém a lugar algum, mas DEUS te exaltará e levará para além do imaginável, Ele te prepara uma farta mesa diante dos teus inimigos, Ele bendirá teus filhos e sua casa e eles benditos serão, Ele te fará comer o melhor desta terra, Ele te limpara de todo mal, Ele fará de ti nova criatura e, finalmente Ele e somente Ele salvará o teu espírito dos laços do passarinheiro e das armadilhas do diabo.
Queridos amigos, eu lhes digo tudo isso porque também já passei por tudo isso que estão passando. e meu conselho é não turves o vosso coração abra a porta para que ELE adentre com toda Tua santidade e misericórdia, abram tuas mentes pra que conheçam o inimaginável.
Vocês não precisam acreditar em nada disso que eu disse, o meu único objetivo com isso é que vocês reflitam, prestem bastante atenção nas tuas escolhas e olhem bem para tuas vidas, as suas vidas talvez estejam como a minha estava antes de conhecer a verdade e talvez a única coisa que lhes falta para serem realizados é CONFIAR nEle.
Deixarei aqui meu e-mail e se quiserem conversar podem me contatar, eu ainda sou jovem, não faz muito tempo que conheço o evangelho mas Ele ama é aos pequenininhos e já me usa poderosamente, graças a Deus. Ele quer muito os ajudar mas vcs precisam abrir os seus corações.
Abraços carinhosos. Que Deus nosso soberano Pai o Rei dos Reis e nosso Senhor os abençoem hoje e sempre e lhes guardem a todo momento livrando-os das armadilhas criadas pelo diabo e lhes dê mais discernimento e sabedoria para que possam compreender o incompreensível.
DEUS os abençoe.
e-mail e msn: julyanaba@hotmail.com

Ivo S. G. Reis disse...

Cara Juliana:

Incialmente, só tenho a lhe dizer uma coisa: cuidado, muito cuidado, você e seus familiares, para não virarem vítimas dos pastores charlatões.

Ainda que vc não concorde, tenha em mente que padres e pastores não curam e nem melhoram a vida de ninguém. Olhe o que está acontecendo no mundo e aqui: pares pedófilos aos montes sendo descobertos, pastores contrabandeando armas para bandidos, pastores envolvidos com drogas e com corrupção politica. Que moral e que poder têm esses homens para curar ou melhorar a vida de alguém?

Se para você e sua família as coisas melhoraram foi pelo produto da sua própria fé interior e pelas novas atitudes que tomaram na vida (pensando, talvez, que era a igreja, os pastores ou Cristo quem estivessea operando o milagre). Nada disso! Foram vocês mesmos que operaram as mudanças. Pense nisso!

Gratos pela sua participação em nosso blog.

Erick Fishuk disse...

Oi! Faço minhas as palavras do Ivo, e ainda acrescento mais. Deus é tão bom que a maioria das pessoas que sofre com calamidades, catástrofes, tragédias, problemas pessoais e financeiros etc. acredita em Deus (vou me restringir ao deus cristão, por isso evito falar em "deuses" em geral). Veja o Haiti, o Chile, o Morro do Bumba: onde estava Deus nessa hora? Que Deus, ou melhor, que invenção mitológica pode ser mais forte do que as forças endógenas da Terra ou, no caso brasileiro, a incompetência humana? (Por sinal, o Garotinho tão temente a Deus não poderia ter favorecido mais políticas para prevenir enchentes e outras catástrofes causadas pelas chuvas em seu estado?) Eu digo maioria porque a maioria das pessoas, pelo menos na América, acredita em Deus, mas tragédias naturais e guerras podem vitimar qualquer pessoa: cristão, judeu, muçulmano, budista, animista, ateu, agnóstico, teísta sem religião... Assim como, obviamente, todos podem ser igualmente felizes, apenas seguindo esta regra: buscar seu próprio bem e o bem dos outros!

Claro que com séculos de doutrinação na Europa e no Brasil, passamos a ver tudo associado à ação de Deus ou outras forças sobrenaturais, assim temos um longo caminho para descobrir algo evidente: nossa vida não depende da ação de deuses ou coisas do tipo, mas apenas do meio que nos rodeia (clima, vizinhos, família, Estado etc.) ou de nossas próprias ações. Não é uma máxima existencialista que diz que "o homem é apenas o que ele faz de si mesmo"? Sei que pode soar heresia, pecado ou coisa do tipo, mas eu acho (e acredito estar quase certo) que o Deus cristão, assim como são considerados hoje os deuses do politeísmo, são invenções humanas que atendem às mais prementes necessidades da humanidade (o pai, o protetor, o regulador de vida etc.). Sobra a Bíblia, basta ler qualquer pesquisa científica séria ou site sobre o assunto: como ela poderia passar uma mensagem unívoca e verdadeira se cada um de seus livros foi escrito em épocas diferentes? E o que dizer dos evangelhos apócrifos, por que eles estariam menos certos? E mais: como regras morais escritas na Antiguidade podem servir para a sociedade da Internet, do celular, das viagens internacionais e da globalização de informações?

Erick Fishuk disse...

Se me permite, queria comentar algumas passagens suas que revelam um pouco de como a forma da religião pod estreitar nosso pensamento (não dizendo, é claro, que você tem o pensamento estreito, até porque acredito que você ainda tem tempo de pensar melhor).

"aquele que não vem a Deus por amor vem pela dor". Slogan mais batido do que milk-shake em luta de boxe, revela como nosso psíquico é extremamente frágil a ponto de agarrar-se a "muletas psicológicas" nos piores momentos e que supostamente resolverão nossos problemas. Já me deparei várias vezes voltando a Deus nos piores momentos, mas pensando na besteira que tinha feito (não por ser Deus, mas por saber que Ele não era o motivo da minha recuperação). Já sofri várias vezes nos últimos tempos por motivos psicológicos, mas mesmo assim decidi não implorar mais nada a Deus. Resultado? Com a minha própria obstinação e conselhos pessoais estou me recuperando sozinho e hoje estou muito feliz!

"Atualmente toda minha família congrega em uma igreja evangélica pentecostal." O pentecostalismo e o neopentecostalismo são os campeões de intolerância e atraso nas questões morais e sociais. Não só condenam todas as outras crenças (e descrenças) como "erradas", como também estimulam o preconceito e a dispensabilidade do estudo do que é diferente, ou seja, fazem com que sejamos contra certas coisas, pessoas ou práticas sem mesmo estudá-las a fundo, mas apenas porque o pastor ou similar mandou. Isso sem contar as campanhas de arrecadação de dinheiro que são cínicas, mentirosas e abusivas. O destino do dinheiro, a mídia já mostrou, e a quem viu os líderes da Renascer (sim, a do teto que caiu...) e da Universal usando as doações apenas para fins pessoais e continua seguindo-os, não tenho nem como chamar!

Erick Fishuk disse...

"Cuidado com essa caminho que caminho que vcs escolheram! Santos, imagens, idolatrias, isso realmente não leva ninguém a lugar algum (...)". Minha filha, quem disse que eu sou católico (sim, eu fui, mas no pretérito)? E se fosse, qual é o problema? Se você quer pregar contra a "idolatria", está no lugar errado. Aqui ninguém idolatra nada nem ninguém, nem mesmo a ideias e pessoas. Por sinal, já vi muitos casos de evangélicos fanáticos que, seguindo ao extremo essa sua mesma ideia, depredaram valiosas peças do nosso patrimônio histórico-artístico nacional; a mesma mentalidade dos Talibãs que bombardearam o Buda no deserto afegão. Aliás, por que ao invés de fazer terrorismo você não tenta entender por que os católicos seguem esse caminho, e não o seu? E se quer criticar, por que não faz isso em bases racionais ao invés de simplesmente apelar à vontade problemática dum Deus que não se preocupa com a fome e a miséria, mas com o que uma pessoa faz pra ter prazer, com o que um casal faz entre quatro paredes e o quanto uma coitada mulher pode mostrar suas pernas em público (certamente assuntos que não influenciam em nada no futuro da humanidade)?

"Queridos amigos, eu lhes digo tudo isso porque também já passei por tudo isso que estão passando (...)". Sim, Ju, eu quero ser seu amigo, mas leia melhor os textos e compreenda melhor os objetivos antes de omitir certas opiniões: quem disse que estamos passando por alguma coisa? Quem disse que eu fumo, bebo, brigo, faço sexo cem vezes por dia ou traio a confiança dos meus próximos? Se fosse esse o problema, era disso que tratariam nossos blogues. Nós justamente escrevemos isso dessa maneira porque sabemos que é apenas por nossa vontade que podemos mudar nossas vidas, independentemente de acreditar ou não nessa ou naquela mitologia, e que a fé cega e sem comprovações é que pode causar-nos ainda mais desconforto.

Abraços fraternais!

Julyana S. Evaristo disse...

Meu amigo Ivo,
Eu entendo tudo isso que vc disse, eu tembém já pensei assim e também já passei por esta fase que vc esta passando.
Nunca disse que quem me salvou, juntamente com minha família, foi algum pastor, isso realmente não existe. Mas também, não julgue todos pela atitude de um, seria a mesma coisa de dizer que todos os brancos ou negros são mentirosos porque um pertencente a tal etnia te enganou.
No entanto Jesus Cristo existe sim!!! Vc pode até não acreditar mas, Ele salva, Ele cura e Ele opera milagres e eu sou uma testemunha viva disso. Só tenha cuidado porque a palavra de Deus relata que quem não vêm ao Pai por amor a Ele vem pela dor e eu não desejo, de forma alguma, que vc venha a sentir o peso da mão de Deus, porque vc não faz idéia do quanto ela é pesa...

Quero muito tc com vc, não pra tentar te evangelizar ou algo assim.
è que eu sinto que vc tem várias dúvidas a respeito deste assunto tão delicado e só queria esclarece-las.
Por favor me contate : julyanaba@hotmail.com.

Grande abraço, que o Senhor dos céus e da Terra nosso Deus todo poderoso te guarde e te proteja.
Fique com Deus.

Ivo S. G. Reis disse...

Obrigado pela sua gentil oferta, Juliana, mas você se equivocou: eu não tenho mais dúvidas com relação a esse assunto. Pelo contrário, sinto-me feliz por ter-me libertado delas. Não sou mais esavo das crendices e das religiões.

E para quem quiser seguir esse mesmo caminho ou pelo menos aprender mais sobre religião ou irreligião, idico a nossa rede "Irreligiosos" (http://irreligiosos.ning.com).

Abraços a todos!

Postar um comentário

Expresse a sua opinião, positiva ou negativa, sobre o texto acima. Seu comentário, se não retido pelo verificador automático de spam, será publicado de imediato. Se a publicação demorar alguns minutos, retorne e confira!

As imagens utilizadas neste blog foram coletadas na internet ou produzidas por adaptações ou fotomontagens. Se por acaso o detentor do copyright não concordar com a exibição, basta entrar em contato conosco e comprovar a propriedade para que a retiremos do blog.

Pesquisar neste blog

Pingar/Favoritar/Compartilhar/Traduzir

Uêba - Os Melhores Links Acessar Portal
Enviar post ao lado para ... ->Bookmark and Share

Traduzir(Translate):


Nota de esclarecimento:

Apesar de primarmos pela seriedade deste blog, só informando aquilo que é correto e comprovado, em determinadas ocasiões seremos obrigados a optar pela linguagem bem-humorada e irreverente dos jovens. Afinal de contas, o nosso objetivo é "informar e divertir" e, ocasionalmente, em alguns dos assuntos referentes a Religião e Política, esse tipo de linguagem poderá vir a ser utilizado, mas apenas como recurso literário, sem que isso represente uma ofensa ou achincalhamento a qualquer pessoa ou àquelas instituições, o que, aliás, repelimos.

Por favor, senhores políticos e religiosos, deixem-nos falar e não nos processem. Vocês podem retrucar, debater e se defender aqui mesmo e, se estivermos errados, nos retrataremos. O espaço também é livre para vocês.

Seguidores

Siga-me fora

Meu Espaço no Scribd

Link do blog


(Copie e cole o código acima na barra lateral do seu blog)

Acessar
Ocorreu um erro neste gadget

Minhas Redes Sociais



O grande coirmão

Parceiros Recentes


Bem-vindo, visitante

Bem-vindo, visitante!

Aqui você pode conhecer a minha opinião sobre variados assuntos, emitir a sua e/ou conhecer as dos outros usuários, com quem também poderá debater sobre os temas expostos. As únicas coisas a evitar são as ofensas pessoais, o radicalismo e o fanatismo, principalmente em questões de natureza religiosa.

Os artigos atribuídos ao administrador foram elaborados sob a ótica do racionalismo ou intimista. Todos os "posts" estão classificados por áreas de interesse. Escolha a da sua preferência e participe!


Arquivos

Meus Sites Literários

Ver site literário do autor

Videowalls

Mural de Recados

Comunique-se com outros participantes deste blog, deixando e recebendo recados!

El Escaparate (Ayuda Blogger)

Últimos Comentários

Visitantes:

Geral:

Efeitos Especiais
Por país, a partir de 17/06/2009: free counters

Atividades/Origens das visitas

MyFreeCopyright.com Registered & Protected
Textos protegidos por Copyright
Reprodução permitida, desde que
sem alterações e com citação do
autor original e fonte.
cód 2ª ln, 1ª cl esq

Conheça também estes sites da Rede DDD:

Clique aqui para acessar
Clique aqui para acessar
-- cód 1ª ln, 3ª cl (dir) --
--- cód 2ª ln, 3ª cl (dir) ---
Template por Abdul Munir, customizada por Ivo S. G. Reis | Blog - Layout4all
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...