2

Extração Ilegal de Madeira na Amazônia... Uma Solução Simplória: Proibir Geral!

A extração ilegal de madeira na Amazônia hoje está incontrolável e atingiu números assustadores, que comprometem seriamente o meio ambiente, não havendo qualquer sinalização de que isto vá parar.

E não vai parar mesmo, enquanto não houver uma séria intervenção governamental. Não pára porque a facilidade do lucro fácil existe, a ganancia e falta de escrúpulos dos madeireiros é grande, e a incompetência do Governo em fiscalizar, maior ainda.

Ora, se a atividade é altamente lucrativa, se a preocupação com o meio ambiente não existe e o Governo é incompetente para controlar e fiscalizar, por que parar? De quem é a verdadeira culpa desse crime ambiental? Dos madeireiros, do Governo que permite, ou de ambos? A resposta é óbvia.

Está mais do que provado: na região amazônica as madeireiras fazem o que querem e estão enriquecendo cada vez mais, ilegal e impunemente. E, infelizmente, conta com a corrupção governamental para ajudá-las. Falsas licenças ambientais, falsos assentamentos, falsos certificados, falsos projetos, notas frias, tudo existe por lá, inclusive, "pool" de serrarias altamente mecanizadas, sem licenças ou com falsas licenças de instalação, espalhadas por pontos estratégicos. Difícil saber o que é legal ou ilegal.

Recentemente, mais precisamente, no dia 28 de janeiro, o Jornal Nacional mostrou uma reportagem realizada em conjunto com os ativistas do Greenpeace, através da qual ficou comprovado que o Assentamento Renascer, no Estado do Pará, foi tomado por madeireiras, que já derrubaram quase todas as árvores daquela área, tendo conseguido isso devido ao fato de que praticamente todos os assentados, à exceção de um, eram "laranjas" dos madeireiros (veja a matéria "Vilões da Amazônia - As Madeireiras", no blog ""). Além de explorarem ilegalmente a região, promovendo o desmatamento com o corte de árvores de madeiras nobres, ficaram com o dinheiro que seria destinado aos assentados. Os mais de 300 milhões que a eles seriam destinados sumiram e, provavelmente, foram parar nas mãos dos próprios madeireiros e dos funcionários corruptos do INCRA, IBAMA e, sabe-se lá, nos altos escalões do Ministério do Meio Ambiente.

Enquanto isso, numa região em que deveriam ser ouvidos os cantos dos pássaros, o que se ouve é o constante roncar das moto-serras (odeio-as) e o barulho seco do estalar de troncos e da queda de árvores. Um espetáculo dantesco.

Ora, se o Governo é incompetente para controlar isso, alegando que é difícil identificar o que é falso ou verdadeiro, porque demandaria muito tempo, pessoal especializado e dinheiro, adote-se, então, uma solução simplória:


Proiba-se, de uma vez por todas, todo e qualquer tipo de corte de árvores na Amazônia Legal, cujo destino não seja a internação e utilização na própria Amazônia, para o seu desenvolvimento, e o problema se resolverá. E por quê? Porque a proibição sendo geral, todo e qualquer caminhão, ou barcaça que forem pegos transportando toras ou madeira serrada para fora da Amazônia Legal, estará cometendo uma atividade ilegal e poderá sofrer apreensão da carga e ser autuado, na hora.

Põe-se por terra, assim, o argumento do Governo de que "não consegue controlar porque é difícil".

É uma solução simplória, é verdade, mas resolve. E talvez seja até melhor do que todas as que o Governo, sem sucesso, tem tentado até aqui.









Technorati : , , , , , , , , ,

Powered by Zoundry

2 comentários:

GERARDO IDEIAS disse...

Excelente. A Amazônia é um patrimônio da Terra, mas somos nós brasileiros os responsáveis diretos por sua conservação. A criação das diversas Unidades de Conservação faz-se extremamente necessária. O futuro desse imenso bioma natural, que capaz de controlar o clima da Terra, deve ser especialmente conservado, uma vez que as gerações futuras podem aproveitar o máximo de suas potencialidades; basta imaginar que o controle e a conservação podem gerar inúmeras profissões, e genuinamente brasileiras; temos na Amazônia, enfim, um infindável leque de opções que a própria sustentabilidade pode garntir em termos de investigações científicas e tencnólogicas.

ivosgreis disse...

De fato Gerardo, concordo com você, fazendo apenas uma pequena ressalva ao que disse: não acredito no tal "desenvolvimento sustentável". Isso é um artifício usado para permitir que se continue devastando, supondo-se que se está recuperando o que foi devastado.

Como o Governo não tem capacidade para controlar nada, o "desenvolvimento sustentável" transforma-se em uma balela, uma desfaçatez para encobrir o crime. Temos de ser realistas: o desenvolvimento pode até ser CONTROLADO, mas desenvolvimento "sustentável", não existe. É desculpa para continuar desmatando.

Obrigado pela sua participação.

Postar um comentário

Expresse a sua opinião, positiva ou negativa, sobre o texto acima. Seu comentário, se não retido pelo verificador automático de spam, será publicado de imediato. Se a publicação demorar alguns minutos, retorne e confira!

As imagens utilizadas neste blog foram coletadas na internet ou produzidas por adaptações ou fotomontagens. Se por acaso o detentor do copyright não concordar com a exibição, basta entrar em contato conosco e comprovar a propriedade para que a retiremos do blog.

Pesquisar neste blog

Pingar/Favoritar/Compartilhar/Traduzir

Uêba - Os Melhores Links Acessar Portal
Enviar post ao lado para ... ->Bookmark and Share

Traduzir(Translate):


Nota de esclarecimento:

Apesar de primarmos pela seriedade deste blog, só informando aquilo que é correto e comprovado, em determinadas ocasiões seremos obrigados a optar pela linguagem bem-humorada e irreverente dos jovens. Afinal de contas, o nosso objetivo é "informar e divertir" e, ocasionalmente, em alguns dos assuntos referentes a Religião e Política, esse tipo de linguagem poderá vir a ser utilizado, mas apenas como recurso literário, sem que isso represente uma ofensa ou achincalhamento a qualquer pessoa ou àquelas instituições, o que, aliás, repelimos.

Por favor, senhores políticos e religiosos, deixem-nos falar e não nos processem. Vocês podem retrucar, debater e se defender aqui mesmo e, se estivermos errados, nos retrataremos. O espaço também é livre para vocês.

Seguidores

Siga-me fora

Meu Espaço no Scribd

Link do blog


(Copie e cole o código acima na barra lateral do seu blog)

Acessar
Ocorreu um erro neste gadget

Minhas Redes Sociais



O grande coirmão

Parceiros Recentes


Bem-vindo, visitante

Bem-vindo, visitante!

Aqui você pode conhecer a minha opinião sobre variados assuntos, emitir a sua e/ou conhecer as dos outros usuários, com quem também poderá debater sobre os temas expostos. As únicas coisas a evitar são as ofensas pessoais, o radicalismo e o fanatismo, principalmente em questões de natureza religiosa.

Os artigos atribuídos ao administrador foram elaborados sob a ótica do racionalismo ou intimista. Todos os "posts" estão classificados por áreas de interesse. Escolha a da sua preferência e participe!


Arquivos

Meus Sites Literários

Ver site literário do autor

Videowalls

Mural de Recados

Comunique-se com outros participantes deste blog, deixando e recebendo recados!

El Escaparate (Ayuda Blogger)

Últimos Comentários

Visitantes:

Geral:

Efeitos Especiais
Por país, a partir de 17/06/2009: free counters

Atividades/Origens das visitas

MyFreeCopyright.com Registered & Protected
Textos protegidos por Copyright
Reprodução permitida, desde que
sem alterações e com citação do
autor original e fonte.
cód 2ª ln, 1ª cl esq

Conheça também estes sites da Rede DDD:

Clique aqui para acessar
Clique aqui para acessar
-- cód 1ª ln, 3ª cl (dir) --
--- cód 2ª ln, 3ª cl (dir) ---
Template por Abdul Munir, customizada por Ivo S. G. Reis | Blog - Layout4all
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...